Você sabe escolhar a taça ideal para cada ocasião? Confira algumas dicas para não errar!

Publicado: 19/02/2013 em Uncategorized

ImagemTaças de vinho
Para obter o máximo de prazer de uma garrafa de vinho é necessário dar atenção à escolha das taças que se pretende usar. Existem inúmeros tipos de taças de vinhos, que variam no estilo e na qualidade. Há inúmeros fabricantes de taças finas, e algumas bem caras com as de cristal criadas específicamente para um determinado tipo de vinho. Mas não é necessário gastar fortunas, desde que você obedeça algumas regras simples na hora de comprar as taças.

REGRA nº 1
Na hora de escolher a taça de vinho, preste atenção ao material de que ela é feita. Pelo menos o vidro tem que ser liso e transparente. Parte do prazer do vinho está em apreciar a cor pois ela traz muitas informações sobre o vinho, dá uma indicação de qual uva foi usada, a idade do vinho, etc. Consequentemente, taças de vinhos coloridas, jateadas ou de material não transparente (como o estanho ou prata) não devem ser usadas.

REGRA nº 2
Na hora de escolher a taça de vinho, preste atenção no tamanho da taça. A taça tem que ser grande o suficiente para colocar a quantidade certa de vinho e ter espaço suficiente para agitar o vinho na taça sem derramar. A ação de agitar o vinho na taça é para liberar seus aromas, e isso é de vital importância. Muitas taças são tão pequenas que precisam ser enchidas até a borda para se ter uma quantidade adequada de vinho e isso é totalmente inadequado.

REGRA nº 3
A taça deve ter haste, não só por uma razão estética, mas principalmente para que se segure a taça pela haste com firmeza e delicadeza, sem colocar a mão no bojo da taça, deixando marcas. Segurando pela haste também se assegura que a temperatura do vinho não seja aumentada pelo calor da mão, principalmente os vinhos que tem que ser tomados bem frios. Observe um degustador experiente, ele raramente toca no bojo, sempre na haste ou na base da haste.

REGRA nº 4
O formato do bojo é extremamente importante. A boa taça de vinho é afinada na parte superior, a borda é mais estreita que o parte de baixo do bojo (formato de tulipa). Ela é esteticamente bonita, mas principalmente tem importância funcional. O degustador agita o vinho para liberar seus aromas e esse formato de taça serve para concentrar os aromas no nariz. Tal formato é particularmente evidente nas taças de Pinot Noir, variedade de vinho cheia de nuance de aromas que faz importantíssima a escolha da taça correta para se obter todo o prazer que o vinho oferece.

Tipos de taças de vinho
A maioria dos apreciadores de vinho concordam que diferentes tipos de vinhos pedem diferentes tipos de taças. Basicamente, pense na sua taça preferida para tomar Champagne ou um vinho espumante (uma flute), vinho tinto (uma taça com o bojo bem grande) e o vinho branco (uma taça com o bojo pequeno). Isso já faz desenvolver o conceito de escolher e combinar o tipo de taça que dará mais benefícios ao degustador. Um conceito que inúmeros fabricantes de taças de vinho agarram com as duas mãos. Um desse fabricantes é a Riedel, uma empresa Austríaca, que fabrica uma enorme variedade de tipos de taças para combinar com os diferentes tipos de vinho. Entretanto, a maioria dos apreciadores de vinho pode perfeitamente combinar os vinhos com duas ou três taças diferentes, seguindo a regra básica de uma taça pequena para os brancos, uma taça maior para os tintos e lógico uma flute ou algo similar para Champagne ou vinhos espumantes.

Cuidando das suas taças
Muito se escreve sobre como cuidar das taças, mas basta seguir algumas regras bem simples.

As taças devem ser lavadas sempre que forem ser usadas. Alguns dizem que só água quente é suficiente, outros dizem que é preciso lavar com detergente.

Aqueles que usam detergente, devem lavar bem, para tirar quaisquer vestígios do cheiro do detergente, que pode arruinar a degustação de qualquer vinho.

Qualquer que seja a forma que você prefira, sempre olhe a taça através da luz para checar se está limpa. Uma taça aparentemente limpa, pode estar coberta por resíduos de detergente, criando uma superfície embassada e que uma rápida lavada não elimina. E isso afeta o vinho, principalmente o vinho espumante e Champagne, que perdem a acidez se colocados nessa taça. Uma vez lavada deixe a taça escorrer até secar. Depois de seca dê uma rápida polida para tirar qualquer marca d´água, mesmo aquela quase imperceptível e facilmente removível. Guarde as taças limpas em pé, em local livre de qualquer odor, prontas para serem usadas.
Fonte: http://www.winesociety.com.br/que-tacas-usar.php

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s