Vinho no Verão, por quê não?

Publicado: 26/02/2013 em Bebidas

ImagemO senso comum prega que tomar vinho só é bom no inverno. Por ser uma bebida conhecida como mais encorpada (especialmente os tintos mais envelhecidos), aqui no Brasil as pessoas não têm o hábito de beber vinho em temporadas mais quentes, quando quem reina absoluta é a cerveja pilsen. Mas a bebida encaixa-se perfeitamente no nosso verão, se for tomada de forma adequada e com variações mais leves e frescas. Separamos aqui algumas sugestões para quem não quer abrir mão de uma boa taça de vinho mesmo quando o calor não dá trégua!

– Para os que têm receio de errar, uma aposta certeira são os vinhos brancos, rosés e espumantes, conhecidos por ser uma opção mais frutada, refrescante e alegre. Também podem ser resfriados em temperaturas mais baixas que os tintos; que no calor costumam dar sensação de moleza e sono.

– Como a estação também pede pratos mais frescos e leves, a melhor harmonização da bebida é com saladas, peixes e frutos do mar.

– Para os mais entendidos, a dica é procurar vinhos que apresentam maior acidez e graduação alcoólica moderada. Entre os brancos, a sugestão fica para os vinhos das cepas sauvignon blanc e chardonnay sem madeira, assim como os espumantes leves da França e proseccos italianos. Os rosés podem ser servidos em temperaturas que variam entre 7° e 14°C, e têm a vantagem de serem mais frescos do que o tinto e mais aromáticos do que o branco, harmonizando com uma extensa gama de pratos, que abrange também carnes magras e massas com molhos menos pesados e gordurosos.

– Para quem não abre mão dos tintos nem no calor, a recomendação é escolher um vinho mais jovem de boa acidez, como um Pinot Noir, servido em uma temperatura entre 14° e 16°C.

– Os espumantes e os frisantes são diferentes devido ao tipo de uva utilizada e à concentração de gás carbônico natural, sendo que os champanhes (que têm esse nome devido à sua procedência, da região de Champagne, na França) são os mais famosos.

– Outra boa opção para tornar o vinho mais agradável é utilizá-lo no preparo de drinques. O mais conhecido certamente é a sangria, de origem espanhola. Geralmente preparada com vinho tinto ou branco, frutas e um pouco de açúcar, a bebida é bastante adequada ao verão tropical. A receita tradicional leva vinho seco, frutas como laranja, abacaxi, maçã e uva, um pouco de refrigerante de limão, gelo e açúcar a gosto. Mas variações são sempre bem-vindas, é só usar a criatividade.

Fonte: http://dicas.guiamais.com.br/2012/01/13/vinho-no-verao-por-que-nao/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s